Skip to main content
Gestão

11 momentos históricos da internet e o seu negócio

By 30/10/2015abril 5th, 2022No Comments
Internet_map_1024

A internet é usada hoje por 40% da população do mundo. São cerca de 3 bilhões de pessoas se comunicando, trocando informações e comprando. Para empresas e profissionais, acompanhar a evolução deste meio de comunicação, hoje, é fundamental para a sobrevivência. Conhecer bem a internet e saber como integrar as mudanças que acontecem a cada instante aos modelos e negócios também garante a dominação de mercados, como nos ensinam Google e Facebook.

Confira os 11 marcos da internet que selecionamos.

1995 – Nascem a Amazon.com e o Internet Explorer.

Fundada em julho de 94 por Jeff Bezos com capital de 10 mil dólares, a empresa foi criada para ser a loja de tudo – e, apesar de ter começado como “a maior livraria do mundo”, hoje vende tudo. O Internet Explorer, que dominou o mercado de navegadores por anos seguidos devido à dominância do Windows, hoje responde por 13,6% do mercado, segundo o W3Counter.

1997 – Google

Data de registro do domínio por Larry Page e Sergey Brin. Hoje o Google (Alphabet) é a segunda maior empresa dos Estados Unidos e o principal distribuidor da publicidade online. O algoritmo de busca, sujeito a aperfeiçoamento constante, garante a presença da empresa nas vidas e negócios online – além de ser fonte de informação para estratégias internas.

1999 – Blogger e o Y2K que não houve

Criada por Ev Williams, o Blogger foi a primeira plataforma de blogs e permitiu a milhões de pessoas sem conhecimento de código ou html criar suas páginas. Os blogs nasceram como diários pessoais e se tornaram veículos importantes, concorrendo ombro a ombro inclusive com jornais centenários. Outro marco da data foi o bug do milênio que não aconteceu, graças à preparação de todas as empresas de tecnologia.

2001 – Nasce a Wikipedia, o fim da bolha da internet na Nasdaq

O surgimento da Wikipedia marca o início da economia de compartilhamento, que está presente em diversos novos empreendimentos e é a base do sucesso das redes sociais. O índice Nasdaq, criado exclusivamente para empresas de tecnologia cai 78%, para 1114,11 pontos, marcando o fim da “bolha da internet”, criada pela supervalorização das ações das empresas digitais.

2005 – YouTube

Site de compartilhamento de vídeos criado em 2005 por Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, três ex-funcionários do PayPal, foi comprado em 2006 pelo Google.

2006 – O ano das redes sociais: Twitter e Facebook

O Facebook, fundado em 2004 como rede de relacionamento para universitários, foi aberto ao público geral em 2006. O Twitter, outro produto de Ev Williams, nasceu como forma de compartilhar mensagens curtas (140 caracteres no máximo) publicamente. Ambas as redes sociais dominam o cenário do compartilhamento, cada uma ao seu jeito. No uso corporativo, o Facebook é maior que o Twitter, mas o segundo é o maior viralizador de conteúdos, ao lado do YouTube, Pinterest e Instagram.

2007 – iPhone inaugura o cenário mobile

Quando Steve Jobs apresentou o primeiro iPhone, no evento mais aguardado pelos amantes de tecnologia, ninguém poderia prever as consequências. Com a sua tela touchscreen, o iPhone é o marco da era da mobilidade, lançando a produção de aplicativos e uso da internet em dispositivos portáteis.

2008 – Android: um sistema aberto para smartphones

Criado pelo Google para ser o sistema operacional aberto para smartphones, foi um verdadeiro fracasso no começo e só decolou em 2010, com o surgimento da linha Galaxy S, da Samsung, que produziu aparelhos capazes de enfrentar os iPhones. É hoje o sistema operacional mais utilizado depois do Windows 7, com 11,19% do mercado mundial, segundo o W3Counter.

2010 – iPad, Instagram, Pinterest, quando os grandes encontram as StartUps

Os anos se intensificam na web conforme a cultura startup se espalha. Cada vez mais produtos são lançados, testados e usados antes da “maturidade”. Foi o caso do Instagram, aplicativo lançado exclusivamente para iPhones em 2010 – só foi produzido para Androids em 2012 -, enquanto o Pinterest, uma das redes sociais mais eficientes para o e-commerce seguiu um modelo mais tradicional, com versão beta fechada para convidados e abertura gradual para o mercado. O iPad, o primeiro tablet do mundo, confirmou o voo da web em direção à portabilidade e mobilidade.

2014- Facebook compra WhatsApp

O Facebook pagou US$ 19 bilhões pelo Sistema de mensagens móveis criado em 2009 por dois ex-funcionários do Yahoo!. O sistema tem a vantagem de operar em todos os sistemas usados pelos celulares hoje – e tem diversos concorrentes, como Viber, Telegram e o sistema de Hangouts, do Google.

2015 – A Amazon ultrapassa o valor do Walmart na Bolsa de NY

Em julho de 2015 a notícia chega ao mercado: Em Wall Street, a Amazon tem avaliação de US$ 248 bilhões, maior que o Walmart, maior rede varejista dos EUA, com avaliação de US$ 233 bilhões.

Imagem: WikiCommons, mapa de um pequeno pedaço da internet, 2005

Compartilhe