Skip to main content
Gestão

12 boas práticas para usar os grupos do LinkedIn

By 18/11/2015abril 5th, 2022No Comments
LinkedIn

Como a maior rede profissional do mundo, o LinkedIn foi projetado para ajudar a aumentar a presença das marcas. E é possível usar seus grupos para aumentar o engajamento do seu público-alvo. Isso é particularmente importante para empresas que trabalham no marketing B2B e precisam atingir os tomadores de decisão dentro de outras companhias.

1. Qualidade e quantidade

Para fazer dos grupos no LinkedIn um canal eficiente de distribuição do seu conteúdo e uma fonte de futuros negócios, é preciso participar dos grupos certos. Leve em conta tanto o tamanho do grupo (para ganhar escala) e a frequência de postagens (avalie o engajamento por número de comentários e likes, por exemplo) para criar uma lista de grupos para trabalhar. Uma busca simples vai mostrar os maiores, mais relevantes e mais ativos dentro da sua palavra-chave.

2. Seja pessoal

Os grupos são feitos por pessoas. Portanto, crie posts como pessoa não como marca. Você pode, por exemplo, fazer com que as pessoas da sua empresa participem dos grupos que selecionou e participem como indivíduos.

3. Participe antes de postar

Como na vida real, quando você entra num grupo online, você precisa conhecer a dinâmica do grupo antes de contribuir. O ideal é começar por marcar posts que gosta e deixar comentários que acrescentem informações às discussões. Invista algumas semanas (três ou quatro são um bom tempo) antes de começar a compartilhar suas próprias notícias, comentários e pontos de vista.

4. Menos é mais

Mesmo quando você conquistar relevância dentro de um grupo, cuide bem da frequência de seus posts. A depender de como é a dinâmica do grupo, basta fazer uma postagem por mês – é importante não encher o(s) grupo(s) com o conteúdo que produz, transformando-o em um eco de seu próprio canal no LinkedIn.

5. Comece com notícias do setor

Quando você começar a postar, por onde começar? Seja amplo e compartilhe artigos relevantes para o setor com cada um dos grupos é o jeito mais fácil de começar com o pé direito. Um alerta importante: evite começar com seus próprios posts de marca, pois isso pode ser visto como autopromoção se você ainda não construiu sua reputação como um participante de valor, que contribui objetivamente para a construção de conhecimento.

6. Compartilhe seu ponto de vista

Quando compartilhar uma notícia, sempre adicione seu ponto de vista ou um resumo da questão. Construir o texto de forma a aumentar o engajamento costuma ser importante. Coisas como “Vocês concordam com a posição X?” ou “eu acho que esta previsão está fora de sintonia porque… ”

Ao acrescentar observações como “interessante” ou “bom artigo”, você é vago e impessoal – e tende a gerar menos engajamento.

7. O grupo pode ser um grupo de pesquisa

Como os grupos do LinkedIn reúnem pessoas com o mesmo interesse, eles podem também funcionar como um grupo de pesquisa sobre aquele assunto para a sua marca. Você pode fazer perguntas sobre as tendências do setor, dificuldades, desafios ou simplesmente testar sua comunicação – e aperfeiçoar sua mensagem e público-alvo no processo.

8. Imagens, por favor

Como o feed do LinkedIn é textual, as imagens têm ótimo desempenho nos grupos. Invista pesado em infográficos, imagens, e-books, whitepapers e artigos.

9. Promova seu conteúdo

Depois que você conquistar a posição de pessoa valiosa dentro da comunidade – o que tende a acontecer em cerca de dois meses de participação seguindo as práticas acima – é absolutamente tranquilo compartilhar seu conteúdo dentro do grupo.

Você pode mostrar seus melhores projetos, convidar os membros para eventos ou webminars, compartilhar os grandes lançamentos da sua empresa. Neste ponto, se o trabalho foi bem feito, os participantes irão não só gostar das novidades, mas ajudar a espalhar as notícias pela rede.

10. Evite o cross-post

Não importa qual seja seu setor ou atividade profissional, participar de vários grupos cria sobreposições. Tenha o cuidado de não compartilhar o mesmo artigo e/ou pergunta em vários grupos – se o fizer tenha sempre abordagens diferentes para cada um deles, de acordo com a sua audiência.

11. Seja educado

Agradeça os comentários e responda o mais rápido possível. Desta forma você garante a atenção e ganha pontos.

12. Espere o engajamento para se conectar

Não adicione automaticamente todas as pessoas do grupo. Espere pelos likes ou comentários para fazer isso e, quando o fizer, agradeça o comentário – a depender da resposta, você pode ter uma oportunidade.

Concluindo

Ao usar bem o LinkedIn como um canal de marketing, a sua empresa vai garantir conexões verdadeiras e conversas particulares com o seu público alvo; criar um fórum para compartilhar novidades e valores da empresa com possíveis clientes muito qualificados; construir uma comunidade em torno de sua marca, aumentando o alcance de seu conteúdo; conquistar novas oportunidades de negócios que têm verdadeiro interesse nos seus produtos ou serviços.

Esta lista de boas práticas garante uma presença ativa numa das principais comunidades para seu público alvo. Criar conexões e relacionamento desta forma fortalecerá a sua marca e aumentará o seu reconhecimento no mundo digital.

Foto: Pixabay

Compartilhe