Skip to main content
Webinar/Eventos

4 destaques do MWC15 para os negócios

By 16/03/2015abril 7th, 2022No Comments
logotipo do Mobile World Congress 2015

Que o mobile é mais que importante para os negócios, todos já sabem – ou deveriam. Por isso, na primeira semana de março, aproximadamente 95 mil pessoas lotaram Barcelona para uma das maiores feiras de telecomunicação do mundo, a Mobile World Congress 2015 (ou #MWC15).

Os grandes lançamentos estão chegando

MWC sempre é lugar de novos gadgets. A Samsung atraiu a atenção de todo mundo ao pedir uma grande parte do evento para promover os dois novos aparelhos da linha Galaxy (O S6 e o S6 Edge). Outra empresa em busca de renovação, a Microsoft, revelou dois novos aparelhos: mais baratos, com a intenção de expandir o sistema operacional da empresa. O desenvolvedor de software Mozilla revelou um aparelho de baixo custo também, e a Motorola apostou em uma nova estratégia para mostrar o MotoE, novo aparelho de entrada.

Mas os gadgets não foram as únicas estrelas do show. A telecomunicação, as empresas de mídia e agências estão sendo cada vez mais atraídas para o evento para ver o que as novidades podem representar para os consumidores e marcas parceiras.

  1. A mídia e a mensagem em transformação

Velhas conhecidas, as operadoras de telefonia estão investindo pesado em conteúdo e serviços a serem entregues para os consumidores. As operadoras estrangeiras que estão no comando. Vodafone, a maior operadora do mundo, anunciou que em breve oferecerá serviços de televisão no Reino Unido, adicionando ao seu atual pacote. Um pouco antes da conferência, a Deutsche Telekom fechou um acordo com o Airbnb para instalar o conhecido aplicativo de aluguel de imóveis em smartphones da Europa.

Entre as operadoras norte americanas, AT&T teve a maior presença, apresentando sua tecnologia para ser instalada em carros para que o usuário possa sincronizar seus aparelhos de casa. A operadora ainda reforçou seu comprometimento com seu programa patrocinado de dados, que oferece suporte de propaganda para usuários.

No dia 6 de março, Mark Zuckerberg defendeu e promoveu o Internet.org, seu programa para disseminar o uso de conectividade, que precisa de investimentos na área de conexão sem fio. Mais cedo naquele dia, o Google confirmou seu plano de virar uma operadora, começando com um projeto pequeno que poderia, entre outras coisas, fazer com que a gigante de buscas simplifique sua oferta de anúncios para as marcas.

  1. O consumidor está – quase – aqui

Para alguns profissionais de marketing presentes em Barcelona, o gadget mais fascinante da feira foi uma escova de dente. A Oral-B revelou seu mais novo produto, uma escova de dentes ligada a um aplicativo e a um espelho touch-screen. A P&G fez uma parceria com a Disney, criando um aplicativo desenvolvido para crianças. Thomas Fellger, CEO da Iconmobile, agência responsável pela campanha do produto, o vendeu como novidade para programas educacionais matutinos: “compre um sabonete para eliminar bactérias”. “De repente, você volta no tempo e tem algo para contar”, diz ele. “Isso é a propaganda de volta.”

A escova inteligente era um dos vários produtos difíceis de se imaginar, mas que agora estão disponíveis para venda ou quase. O portal para recargas sem fio, desenvolvido pela Samsung, é outro. São produtos que dão oportunidades totalmente novas para os profissionais, disse Michael McLaren, CEO da MRM/McCann. “É um produto dos sonhos para os usuários ativos de mobile”, ele disse. Junto com casas inteligentes, carros conectados e tecnologia wearable, os aparelhos estão mostrando que publicitários precisam inovar. “Não é o celular em primeiro. É a mobilidade em primeiro lugar”, explicou Mainardo de Nardis, CEO da OMD Worldwide.

  1. Adland (e ad tech) chegou

Não é Cannes, mas o show em Barcelona tem atraído cada vez mais e mais visitantes da área de propaganda. Dezenas de marcas estavam à mão, levando pessoas para visitas no piso das apresentações e reuniões fechadas. Para os profissionais, o evento virou exposição dos últimos lançamentos e tendências mobile, além de expor novas tecnologias para anúncios.

  1. A guerra dos pagamentos está começando

O evento tinha inúmeros carros, já que montadoras estão investindo em mobile e conectividade entre aparelhos. E eles apareceram em lugares inesperados: a BMW estava no meio do stand da Visa. Dia 3 de março, a empresa financeira anunciou um novo meio de pagamento com a Pizza Hut. Os consumidores podem passar no drive thru para pegar uma fatia e pagar do painel do carro.

Pode parecer uma engenhoca. Mas a Visa, que também anunciou uma parceria com a Samsung Pay, a carteira digital que sairá no meio do ano, vê carros como uma peça-chave das “experiências imersivas” para os consumidores.

O Google, um dos primeiros a entrar no mercado de pagamentos digitais, também teve novidades nessa área. Eles anunciaram o Android Pay, uma aba de API aberta para uso pelos desenvolvedores. Já o PayPal, fez um barulho com a criação do seu novo leitor NFC.

Via Sinapro

Compartilhe