Skip to main content
Sem categoria

5 dicas para usar o ERP da melhor forma

By 22/02/2022No Comments

O sistema de gestão ERP é um aliado para quem trabalha com comércio ou serviços. 

Quando é um negócio virtual, com possibilidade de escalonamento de vendas a partir de múltiplos canais, a ferramenta de gestão torna-se indispensável, já que auxilia na integração e também na organização do fluxo de vendas. 

O ERP é uma ferramenta com inúmeras funções importantes, mas é preciso que o lojista tenha conhecimento de cada uma delas para fazer o melhor uso possível da tecnologia para o seu negócio crescer cada vez mais. 

Neste artigo, vamos apresentar algumas dicas para empregar o ERP da melhor forma e, assim, extrair ao máximo o seu potencial de eficiência na empresa. Confira!

Para quais tipos de negócio o ERP é indicado? 

O ERP é indicado para diversos tipos e tamanhos de negócio, desde as micro até as grandes empresas. 

Por integrar canais de venda, estoque e empresas de logística de entrega, um ERP online é ideal para negócios de e-commerce. Por ser um negócio mais “abstrato” para o gestor do que expor os produtos na prateleira e atender o cliente, como é no comércio físico, o universo online exige a sincronicidade que o ERP traz como facilitador. 

Também apresenta muitas vantagens para os negócios que apostam na estratégia híbrida, ou seja, que vendem no comércio online e no físico ao mesmo tempo, já que unifica processos básicos de gestão e converte maior organização para o negócio.

Na prática, como funciona o ERP?

O sistema de gestão ERP é um software de gestão que controla  e centraliza o fluxo de informações dos negócios. 

Cadastros, informações de estoque, área financeira, emissão de boletos, vendas e entregas podem ser controlados por meio do sistema que passa a automatizar processos, facilitando o dia a dia do lojista.

Na prática, o sistema ERP atua centralizando as informações em uma única plataforma, deixando o trabalho mais fluido e organizado. 

Outra grande vantagem é eliminar a duplicidade de informações, evitando erros nas entregas e pedidos dos clientes. 

Uma ferramenta de gestão como o ERP organiza os processos internos e, com isso, diminui a necessidade de uma equipe grande para fazer as vendas em diversos canais ao mesmo tempo. 

Um exemplo: se o seu negócio vende na loja virtual, mas também está inserido em outros canais como um ou dois marketplaces e as redes sociais do seu negócio. O sistema de gestão ERP, por ser online, fará a conexão entre os produtos disponíveis em estoque e as vendas que ocorrerão de maneira concomitante. 

Dicas para utilizar o ERP da melhor maneira: 

Apesar de ser uma ferramenta simples e intuitiva, o ERP pode ser ainda melhor aproveitado quando o gestor se aproveita de algumas dicas que podem fazer o uso de uma ferramenta de tecnologia online, com armazenamento em nuvem como é o caso do ERP, para integrar o seu negócio e vender mais. Confira algumas dicas que separamos:

1. Explore a ferramenta

Uma vez que a ferramenta foi contratada, é hora de explorar ao máximo todas as suas facilidades, integrações, sincronizações e aproveitar para que isso faça o seu negócio ficar cada vez mais integrado aos canais de venda e conectado ao consumidor final. 

O ERP é ideal para cadastrar parceiros e clientes, emitir notas fiscais, controlar o estoque, o setor financeiro, emitir relatórios atualizados sobre as vendas e ainda integrar aos canais de venda e as empresas de logística de entrega. 

Utilize o máximo de funcionalidades que puder, todas elas serão importantes para o crescimento da empresa. 

2. Aproveite os insights gerados pela ferramenta

O ERP é capaz de emitir insights valiosos a partir dos relatórios de venda, perfil de clientes, entre outros. É importante analisar cada relatório para poder pensar no negócio de maneira mais criativa e dinâmica, uma vez que a ferramenta cuida da parte burocrática e processual das vendas. 

3. Aproveite o tempo livre

Quando as interações acontecem e o sistema fica responsável por alguns processos como fechamento de caixa, relatórios de venda, controle de estoque, entre outros, o gestor passa a ter mais tempo livre para criar campanhas de venda e até quem sabe abrir novos negócios e oportunidades. 

4. Pense em estratégias criativas

Um negócio precisa estar sempre oxigenando suas campanhas e ideias criativas para poder ser percebido pelo consumidor como relevante. Seja na experiência de compra, no catálogo de produtos, no atendimento ou em qualquer outro processo na jornada de consumo.

Vender pode ser fácil quando pensamos em e-commerce, mas também é difícil já que os concorrentes se encontram no mesmo ambiente. Destaque seu negócio com campanhas, descontos ou ofertas diferenciadas. 

5. Deixe o poder de escolha na mão do cliente

Um aprendizado que o consumidor omnichannel deixa ao lojista é que, cada vez mais, é preciso dar opções e deixar a escolha livre para que o cliente tome as suas próprias decisões. 

Já que a gestão é integrada, é importante que existam opções de frete, pagamento e formatos de compra. É isso que faz com que o seu negócio se diferencie na hora de o cliente fechar o seu carrinho. 

Integrar para vender mais   

Resumidamente, quanto mais integrações o seu negócio conseguir fazer, maiores serão as chances de efetuar vendas. 

O ERP também auxilia na logística para e-commerce e identifica a disponibilidade dos produtos no estoque e automaticamente as informações.

 A possibilidade de vender no ambiente virtual é grande, mas desde que a operação esteja organizada e estruturada para fazer vendas ao mesmo tempo e com qualidade para atender ao cliente. 

Neste contexto, um ERP é um caminho importante para o crescimento do negócio. Contudo, é fundamental aproveitar as dicas dadas neste artigo para fazer o uso da ferramenta se converter cada vez mais em experiências positivas para o consumidor.

Se ainda não é cliente Bling faça um teste grátis por 4 meses utilizando o cupom #jet04, e confira as vantagens na prática. Não esqueça de utilizar as dicas deste artigo para fazer ainda melhor uso da ferramenta de gestão para o seu negócio!

Artigo produzido pelo parceiro Bling.

Compartilhe