Skip to main content
Operação

61% das lojas atrasam as entregas, diz ABCOMM

By 09/09/2015abril 5th, 2022No Comments
Caminhão na estrada

Uma pesquisa da ABCOMM (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) apontou que 61% das lojas virtuais têm como principal problema o atraso nas entregas, seguido por extravios, furtos e roubos mencionados como maior dificuldade por 39% dos entrevistados.

“O preço pago pela falta de planejamento aumenta a cada dia e afeta todos os setores da economia, incluindo o comércio eletrônico. A falta de segurança é um problema nacional e não deixa de impactar também o comércio eletrônico. Essa questão traz ainda aumento de custos na operação, pois há casos de transportadoras que necessitam de escolta para entregar em algumas áreas, além dos custos elevados de seguro”, diz o presidente da ABCOMM, Maurício Salvador.

O levantamento levou em consideração três pontos da logística: Armazenagem, Transportes e Manuseio. A pesquisa coletou 585 questionários online, considerando proprietários de lojas virtuais do varejo e bens de consumo. A logística foi escolhida para ser o tema do primeiro estudo ABCOMM por ser de alta relevância para a competitividade das lojas virtuais brasileiras. A margem de erro da pesquisa é de 6% com grau de confiança de 95%.

A pesquisa revelou também que 82% das lojas virtuais entrevistadas têm armazenagem própria. A justificativa dos entrevistados estão o custo mais baixo e o maior controle sobre a operação.

Uma parcela de 13% da amostra declarou ter frota própria para as entregas por oferecer entrega no mesmo dia e produtos especiais/perecíveis (joias, flores, alimentos) aos seus clientes. No entanto, os Correios ainda têm papel fundamental no transporte de encomendas do comércio eletrônico nacional, pois 81% das lojas virtuais entrevistadas utilizam esse serviço. Mas 23% das lojas virtuais optam pela contratação de transportadoras de acordo com a região da entrega.

Via: Convergência Digital
Foto: MATEUS27_24&25 via Compfight cc

Compartilhe