Skip to main content
DESTAQUEMarketingTecnologia

Black Friday 2021: e-commerce fez a diferença nos resultados do varejo

By 02/12/2021abril 5th, 2022No Comments

Os números da Black Friday 2021 ainda estão sendo finalizados pelo mercado, mas estima-se que a liquidação tenha aumentado em 6% o faturamento do varejo, comparando com 2020.

O e-commerce voltou a mostrar a sua força, sendo o responsável por alavancar as vendas das lojas.

Segundo levantamento da Cielo ICVA – Índice Cielo do Varejo, a variação foi de 15,3% para o comércio eletrônico e de 2%, para o varejo físico.

Considerando o período de instabilidade econômica do país no Brasil, trata-se de um resultado positivo, uma vez que a movimentação em torno da liquidação ajudou a elevar as vendas.

Como reflexo das dificuldades em relação à inflação, houve um aumento das vendas nas áreas alimentícias.

Olhando apenas para os dados do e-commerce, as vendas foram mais aquecidas em setores que tradicionalmente investem mais na liquidação:

Fonte: Neotrust

Ainda em relação ao e-commerce, os dados preliminares da Neotrust indicam:

– foram quase 6 milhões de pedidos, até a sexta-feira, o que representa um número estável quando comparado com 2020 – mas vale lembrar que naquele ano havíamos crescido, mesmo com a pandemia, na faixa dos 15%.

– o valor faturado ultrapassou os 4 bilhões, o que representa um crescimento de 5%.

Analisando a movimentação, percebe-se que as lojas virtuais voltaram a atrair aqueles clientes que fizeram sua estreia nas compras online no período da pandemia.

Ou seja, são pessoas que experimentaram o comércio eletrônico e agora o incluem em sua jornada de compra.

Loja no ar o tempo todo

Como já é de praxe na operação, a JET preparou-se bastante para o evento, de forma a conferir todo o suporte necessário para os lojistas que utilizam a sua plataforma.

O esforço conjunto do time foi recompensado, uma vez que não houve o registro de ocorrências relacionadas à instabilidade do sistema, apesar do aumento expressivo do tráfego.

“Realizamos a melhor Black Friday dos últimos tempos! Nossos especialistas atuaram de forma ininterrupta por 72 horas, prestando um atendimento ágil e acompanhando a operação dos clientes JET. Trabalhamos pesado, mas a satisfação de ver clientes superando suas metas de vendas no e-commerce faz tudo valer a pena”, comenta Patrícia Furtado, head de atendimento da JET.

Ao detalhar como foi a dinâmica do evento, Rodrigo Amaral, head de CS, observa que saíram na frente as operações que conseguiram trabalhar bem a questão da precificação.

“De todo modo, estamos muito satisfeitos com a entrega, porque não tivemos grandes intercorrências, como é padrão há muitos anos aqui na JET”, afirma, revelando que o sistema registrou picos de acessos bem altos.  “O resultado vem também de um trabalho integrado do time de onboarding, que colocou 3 vezes mais lojas no ar do que no ano passado e com volume 20 vezes maior de clientes transacionando na Black Friday”, explica.

Abordando os preparativos da JET para este período, Thiago Costa, head de tecnologia e desenvolvimento, explica que 2021 foi um ano de desafios, uma vez que a empresa trabalhou na lapidação das APIs, conseguindo entregar muita performance para os clientes, aliada à eficiência no consumo de recursos computacionais.

Entre as melhorias que foram executadas, ele cita o estudo da camada de integração com marketplaces, adicionando mais inteligência ao processo, o que permitiu que fossem minimizados problemas relacionados aos grandes volumes de integração de pedidos.

“Melhoramos também a camada de logs da integração, para dar mais autonomia aos nossos clientes e ao time de atendimento. Fizemos uma operação muito bem alinhada entre os times, atendimento, tecnologia e infraestrutura”, afirma Thiago.

Como foi a preparação para a Black Friday 2021

Foram três meses de preparação, porém, valeu a pena, porque a operação durante a Black Friday funcionou acima das expectativas, ajudando os clientes a alcançar os resultados almejados para o período.

O monitoramento das vendas na sala de guerra começou na quinta-feira, dia 25.11, e durou até às 23:59 do domingo.

A movimentação das lojas JET foi acompanhada em tempo real e assim foi possível comprovar a eficiência da operação.

Como tem acontecido nos últimos anos, diversas promoções se estenderam até a segunda, consagrando o sucesso da Cyber Monday.

De olho na Black Friday 2022

Na JET e-business, as atenções agora estão concentradas nas vendas no período natalino e nas liquidações de verão.

De olho na performance das lojas que usam a plataforma JET e o ZapCommerce, a equipe também já começou os preparativos para a Black Friday 2022.

Como o evento tornou-se muito relevante para o e-commerce, entende-se que é preciso antecipar as demandas dos clientes, até porque é isso que os clientes esperam de uma empresa que tem a inovação no seu DNA.

Hoje mais de 15 mil clientes confiam na tecnologia JET para executar seus negócios online e as expectativas para 2022 são promissoras, uma vez que o comércio eletrônico ainda tem espaço para continuar crescendo no Brasil.

Para quem faz vendas pela internet, outra questão relevante é a confirmação da importância de se atuar com plataformas de e-commerce omnichannel. O cliente é quem deve escolher o canal que considera mais conveniente: loja física, site, mobile, redes sociais, marketplaces ou aplicativos de mensagens, como WhatsApp.

Agora, a recomendação para os clientes é que eles trabalhem a base de consumidores que fizeram compras no período, visando a fidelização.

Quer mais informações para alavancar seus negócios neste período? Confira agora nosso artigo Como manter as vendas aquecidas no pós Black Friday. Separamos dicas importantes sobre as ações que devem ser adotadas.

Compartilhe