Skip to main content
Recursos para E-commerce

Mídia OOH favorece a experiência omnichannel

By 10/01/2024fevereiro 28th, 2024No Comments

Num segmento cada vez mais competitivo, como o do comércio eletrônico, é importante que as estratégias de divulgação do e-commerce sejam diversificadas. 

Quando refletimos sobre as mídias mais apropriadas para as lojas virtuais, é natural que se priorize o ambiente digital.  

Afinal, difícil imaginar que uma operação possa ter sucesso sem investir em anúncios online, SEO (para valorizar a busca orgânica) e publicidade nas redes sociais. 

Além dessas frentes, contudo, há outras possibilidades que podem ser mais bem exploradas. 

Uma delas é a mídia out-of-home (OOH) que, com as oportunidades de integração com o mobile, tem ajudado a valorizar a experiência omnichannel, considerada decisiva para atender às mudanças no comportamento do consumidor. 

Mobile e OOH: entenda a importância da integração 

Não é novidade que hoje as pessoas passam a maior parte do seu tempo conectadas e que isso tem favorecido o crescimento do mobile commerce. 

E não estamos mais falando de algo “complementar” ou “secundário”. O comportamento mobile-only, no Brasil, predomina sobre os demais. 

Estudo divulgado recentemente pela ComScore evidencia essa situação. Os dados de junho de 2023 indicam que nossos índices, aliás, são bem diferentes de outros países. 

No Brasil, 68% das pessoas dão preferência ao celular – 7% desktop e 25% combina os dispositivos (é o chamado multi-plataform). 

Neste contexto, faz todo o sentido que as lojas virtuais explorem melhor as experiências de mídia integradas com o mobile. 

No caso do OOH, a proposta é usar os dados de geolocalização para fazer ofertas mais assertivas.  

Isso é possível devido à possibilidade de sincronizar as mensagens exibidas nas peças de mídia exterior com os anúncios exibidos nos aparelhos celulares do público selecionado. 

Uma das vantagens é justamente permitir que o e-commerce acompanhe a jornada de compra do consumidor, reforçando a presença da marca em diferentes momentos do dia a dia do cliente. 

Com esse tipo de mapeamento, pode-se programar também ações envolvendo os concorrentes. Por exemplo, enviar mensagens no celular quando o cliente é impactado por um anúncio do concorrente no OOH. 

Empresas especializadas nessa área mantêm grandes bases de clientes cadastrados e conseguem fazer a segmentação do público a partir de critérios como o perfil da pessoa (gênero, idade, localidade etc.) e os temas de interesses (esportes, culinária, música etc.).  

Com relação à e entrega da mídia, ela pode ser realizada em diferentes formatos, como display, native, push ou vídeo. 

E, valorizando um dos diferenciais da mídia digital, é possível mensurar os resultados, avaliando quais faces de OOH gerou mais tráfego e, eventualmente, conversões. 

Fique atento: acompanhando a movimentação do consumidor, hoje a maior parte dos investimentos destinados ao digital têm sido direcionados aos dispositivos móveis.  

O levantamento “Digital AdSpend”, realizado pelo IAB com a Kantar Ibope, indica que 77% das verbas do digital foram para anúncios exibidos em smartphones.  

O OOH, por sua vez, também tem conseguido elevar os investimentos. Segundo dados do monitoramento Cenp-Meios, o crescimento das verbas no último ano foi de quase 30%. 

Quais as possibilidades de uso do OOH para o e-commerce 

Além do aumento do tráfego nos canais de venda do e-commerce, o OOH é um importante aliado para ampliar a lembrança da marca. 

Estudos mostram que ao ver um anúncio da marca na mídia exterior, o consumidor mostra-se mais propenso a fazer uma busca sobre aquele anunciante. 

Registram-se também mais visitas ao site da marca e ao seu perfil nas redes sociais. 

Entre as estratégias que podem ser empregadas para aprimorar os resultados, destacam-se aquelas que fazem o uso de recursos que permitem ampliar a interação entre a marca e seu público, como: 

QR codes 

A partir deles, é possível incentivar o público que visualiza uma peça de OOH a acessar uma página de ofertas, voucher ou outro tipo de conteúdo. Com a facilidade de uso desse tipo de recurso, a forma de uso dos QR Codes é bem abrangente, abrindo inúmeras possibilidades para as marcas fazerem abordagens mais criativas do público e, assim, elevar o índice de conversão das campanhas. 

Cupons de desconto 

Para ser utilizado no site ou no app, apenas para quem foi impactado pelo anúncio veiculado nesse tipo de mídia. Neste caso, a proposta é estudar bem a questão da segmentação e, claro, das vantagens que podem ser ofertadas. O público hoje é exigente e, portanto, sabe reconhecer quando tem à disposição uma vantagem exclusiva. 

Interatividade 

Nessas iniciativas, um dos aspectos que devem ser valorizados é a interatividade. Ou seja, é importante que o público seja incentivado a compartilhar conteúdos, participar das ações de alguma forma. Vale lembrar que esta é uma das vantagens da integração: fazer com que o público trafegue entre os seus canais, interagindo com a marca da forma como considerar mais conveniente. 

Retargeting 

Outra estratégia importante são as ações de retargeting. Neste caso, a marca pode indicar uma loja física mais próxima, incentivando, assim, a movimentação naquele ponto de venda. 

Essa conexão entre os ambientes online e offline hoje faz parte do comportamento do público, que não diferencia os canais. Ao entender essa dinâmica e participar dela, a marca valoriza a experiência do cliente. 

E o OOH atua justamente nessa linha, uma vez que facilita essa integração, abrindo inúmeras possibilidades de campanhas. 

Nesse sentido, a digitalização da mídia exterior tem sido uma aliada fundamental das estratégias para o e-commerce, justamente em razão dessa oportunidade de personalização da abordagem. 

O consumidor hoje exige esse tipo de tratamento por parte das marcas, então, é importante que as operações diversifiquem suas ações, buscando essa aproximação. 

E, para que isso aconteça, nada melhor do que entender a jornada de compra e conseguir trabalhar as ativações, de acordo com cada momento. 

Refletindo sobre o papel do OOH para o e-commerce, ela funciona tanto para tornar a marca mais conhecida, como para trabalhar ativações mais específicas, independentemente do canal. 

Como nas demais iniciativas vinculadas à divulgação da loja, o mais importante é que os esforços nessa área sejam devidamente integrados ao planejamento da marca. Ou seja, devem estar alinhados com a identidade da marca. 

Gostou do artigo? Quer mais dicas para o seu negócio? Siga as redes sociais da JET e tenha acesso a conteúdos exclusivos. 

Compartilhe