Skip to main content
Operação

Como escolher a plataforma certa para o seu e-commerce de moda?

By 07/04/2022No Comments

A moda sempre teve muito espaço na mídia. Hoje, com a facilidade de sua difusão pelo meio virtual, esse negócio tem se expandido ainda mais. 

Pesquisa da Opinion Box e Bornlogic sobre o comportamento do consumidor para 2022 constatou que a frequência de compra por meio do e-commerce no Brasil aumentou 71% no último ano.

E 49% dos entrevistados declararam que pretendem comprar ainda mais pela internet em 2022.

Com relação às principais categorias, Moda figura entre as principais (55% da amostra faz compras online com frequência).

A comodidade e a praticidade são fatores relevantes para quem opta por adquirir um produto de forma online.

Mas, para sair na frente da concorrência, é necessário que as lojas implementem táticas que busquem a completa satisfação do consumidor, como ter uma boa plataforma para e-commerce de moda.

Vamos nos aprofundar mais sobre isso durante o artigo. Continue a leitura!

Estratégias para alavancar e-commerce de moda

Em um mercado com grande concorrência, é importante ter métodos que façam sua marca se sobressair. Confira algumas dicas sobre aspectos que não podem faltar na sua estratégia de vendas:

Personalização

Para ter sucesso nas vendas, é necessário atingir seu público. O principal, nesse caso, é conhecer seus gostos, suas preferências, suas dores. 

Por exemplo, se os compradores costumam gostar de roupas com cores mais sóbrias, oferecer produtos de cores vibrantes e chamativas pode não ser um bom negócio.

Você tem que buscar cativar o consumidor pela identificação que ele tem ao entrar em contato com a sua empresa. Entender a personalidade dele é um passo importante para você saber que produtos terão maior liquidez e também as datas propícias para fazer promoções.

Para isso, além de analisar os dados reunidos sobre o seu cliente, é importante estudar as mudanças que estão ocorrendo no comportamento do consumidor.

Afinal, temos assistido à chegada de novas gerações ao mercado de consumo, sem falar nas transformações aguardadas para este período pós-pandemia.

Boas imagens e vídeos

Comprar fisicamente não é a mesma coisa que comprar online. Presencialmente, a pessoa tem condições de analisar a roupa, imaginar em que ocasiões ela a usaria, além de perceber o caimento dela em seu corpo.

Uma foto bem tirada, com a luz e a distância certas, dá um impacto mais positivo que uma imagem sem muito foco. 

Um fator diferencial é disponibilizar o zoom para aproximação. As pessoas compram, muitas vezes, pelas emoções. A foto precisa provocar essa sensação prazerosa.

Filtros de buscas avançadas

Ao usuário, tem que ser dada a máxima possibilidade de encontrar exatamente o que ele tem em mente. 

Mostrar um resultado desorganizado poderá desfavorecer a sua experiência. Assim, coloque categorias com subdivisões específicas, como cores, tamanhos etc.

Além de facilitar a navegação, isso proporciona praticidade e rapidez, o que é fundamental para conquistar o consumidor, uma vez que ele encontrará a resposta para a sua demanda.

Assim como acontece na loja física, não faz muito sentido que o e-commerce fique tentando “empurrar” determinado item para o cliente, sem considerar o seu interesse.

As soluções tecnológicas evoluíram muito nos últimos anos e as marcas devem usar as ferramentas disponíveis, como as buscas por imagem e voz, para oferecer uma experiência de compra de alto nível para o seu público.

Informações detalhadas sobre os produtos

Comprar online pode gerar insegurança na hora de escolher o tamanho ideal da peça e avaliar o caimento da roupa. 

Então, uma forma de amenizar isso é colocar o máximo de detalhes possível sobre o produto. Escreva as cores, as medidas e qualquer outra especificação.

Se houver a foto de uma modelo vestindo a roupa, vale colocar as medidas do corpo dela e que tamanho ela está usando. Dessa forma, o consumidor tem a possibilidade de compará-la com suas medidas e ter mais noção do número da vestimenta.

Ao incluir muitos detalhes, você também evita desistências ou mesmo as devoluções.

Referências completas sobre política de compras

Ao incluir todas as informações sobre formas de pagamento, condições de parcelamento e valor do frete, você mostra uma política mais clara ao consumidor. Esse quesito também diminui as chances de abandono de carrinho.

Apresentar as regras sobre a possibilidade de troca e de desistência antes da finalização da compra aumentará a segurança do usuário de adquirir o produto.

Características essenciais para uma plataforma para e-commerce de moda

Ao escolher sua plataforma para e-commerce de moda, garanta que ela tenha esses diferenciais:

Opção de favoritar produtos

Nem todo mundo realiza a compra no exato momento em que se depara com um produto. Muitas vezes, o consumidor sentirá necessidade de decidir depois ou, simplesmente, não está com o valor suficiente para investir.

Acontece que os dias passam, e quando o usuário decide que já é o momento de comprar, ele acaba esquecendo quais produtos tinham chamado a sua atenção.

Quando uma plataforma disponibiliza a opção de favoritar os produtos, o consumidor pode ir guardando os seus prediletos em uma lista personalizada, para comprá-los futuramente.

Navegabilidade, priorizando o mobile

Uma plataforma intuitiva, que mostre, de forma simples, todos os botões e links que o usuário pode procurar, é essencial para sua boa experiência na navegação. Os menus e as seções precisam estar disponíveis para a boa usabilidade. O tamanho das letras precisa ser legível.

A maior parte das pessoas hoje compra por smartphones e também não abre mão dos dispositivos móveis no momento da pesquisa.

Não ter uma plataforma responsiva é um erro estratégico do vendedor, pois, se o consumidor se deparar com uma loja virtual que não abra em seu celular, desistirá e procurará em um concorrente.

Técnicas de SEO

O SEO é a otimização para buscadores, como o Google. Um site otimizado é aquele que consegue ser encontrado nas primeiras posições quando um internauta digita uma palavra-chave.

Por exemplo, se uma mulher estiver procurando por calça jeans skinny, vai digitar no Google algo parecido com “calça jeans skinny”. Se sua loja aparecer nos primeiros resultados, há uma possibilidade alta de ela entrar para investigar o produto.

Quanto melhor sua posição nos buscadores, mais visitas a página terá e maiores serão as possibilidades de venda.

Além de ter estratégias adequadas de SEO, fique atento ao analisar os diferenciais da sua plataforma de e-commerce, conferindo se ela é SEO Friendly, assegurando controle total do código front-end.

Diferenciais para encantar o usuário

Toda plataforma tem seus itens básicos. As melhores apresentam diferenciais que farão com que elas saiam na frente, como:

– Possibilidade de personalização de roupas, em que o cliente poderá customizar seu produto;

– Vitrine interativa, na qual o usuário poderá saber todas as cores e tamanhos existentes daquele modelo;

– Gestão do look, na qual mostra produtos relacionados pela marca ou estilo e possibilidade de combinações;

– Grade de produtos, na qual há possibilidade de fazer a combinação de diversas características dos produtos, tornando a compra mais flexível;

– Criação de um perfil do usuário, no qual ele pode personalizar suas preferências de estilo e cores de roupas, o que fará as buscas e as opções de looks serem mais compatíveis com o seu gosto.

O comércio da moda tem crescido bastante; por esse motivo, se destacar é importante. Ter uma plataforma para e-commerce de moda que supere a expectativa do consumidor pode ser o que diferenciará sua marca da do seu concorrente.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre esse setor? Baixe agora nosso eBook sobre E-Commerce de Moda.

Compartilhe